acheter du cialis en ligne

Propedêutico

 


        O período propedêutico vem recomendado pelas indicações do Decreto sobre a Formação Sacerdotal, Optatam Totius, do Concílio Vaticano II, que no seu número 14 diz: “(...) iniciem-se os estudos eclesiásticos por um curso introdutório durante o tempo conveniente. Nesta iniciação dos estudos, proponha-se o mistério da salvação, de tal modo que os alunos atinjam o sentido dos estudos eclesiásticos e vejam a ordem e o fim pastoral deles, ao mesmo tempo que recebam ajuda para fundamentar e penetrar toda a sua vida de fé e se confirmem a abraçar a vocação de ânimo alegre e por uma doação pessoal.”


       Perante a necessidade, reconhecida e afirmada por todos, de um período especial destinado a suprir as lacunas de ordem espiritual, cultural e humana, muitas vezes presente nos jovens quando estes entram no seminário maior, João Paulo II, na sua Exortação Apostólica Pastores dabo vobis, onde recolhe e propõe a toda a Igreja as reflexões do Sínodo de 1990 sobre a formação sacerdotal, no seu número 62 diz: “A finalidade e a configuração educativa do Seminário Maior exige que os candidatos ao sacerdócio entrem aí já com alguma preparação prévia. (...) Verifica-se uma forte discrepância entre o estilo de vida e a preparação de base das crianças, dos adolescentes e jovens, mesmo que cristãos e por vezes comprometidos na vida da Igreja, por um lado, e, por outro, o estilo de vida do seminário e as suas exigências formativas. Neste contexto e em comunhão com os Padres sinodais, peço que haja um período adequado de preparação que preceda a formação do Seminário. De fato, na Propositio 19 do Sínodo, assim haviam se expressados os padres sinodais: "é útil que haja um período de preparação humana, cristã, intelectual e espiritual para os candidatos ao Seminário Maior. Estes candidatos devem, porém, apresentar algumas qualidades determinadas: recta intenção, um grau suficiente de maturidade humana, um conhecimento bastante amplo da doutrina da fé, alguma introdução aos métodos de oração, e costumes conformes à tradição cristã. Possuam também atitudes próprias da sua região, pelas quais é expresso o esforço de encontrar Deus e a fé”.


       Por tudo isso, a Congregação para a Educação Católica publicou em 1998 um documento informativo chamado O período propedêutico. Este escrito, já na sua conclusão, afirma: “pode afirmar-se que uma especial propedêutica, dedicada à preparação humana, espiritual e intelectual dos aspirantes ao seminário maior (...) é considerada, hoje, quase em toda a parte, de verdadeira utilidade e, em vários casos, como conditio sine qua non para o melhoramento da formação sacerdotal”.


       Assim, em consonância e comunhão com toda a Igreja, e muito interessados neste necessário melhoramento da formação sacerdotal, esta casa de formação oferece aos seus alunos um período propedêutico ao sexénio filosófico-teológico, onde, além dos importantes cursos introdutórios acerca do Mistério da Salvação e do Mistério de Cristo, da prática da Espiritualidade, de uma introdução à Liturgia e outros, constam também cursos que visam preencher certas lacunas da formação escolar precedente e preparar a um melhor aproveitamentos dos cursos filosóficos e teológicos

 

 

        Acesse às disciplinas desse curso